sexta-feira, 9 de maio de 2008

Abri os olhos tantas vezes e nada vi, nem a mim mesma.
Tive medo de levantar da cama, no escuro, sem ter nada ali.
O desconhecido do mundo me dava e ainda dá muito medo.
Deixei de fazer o que eu quis pra agradar
alguém que nem me amava de verdade.
Errei tanto e falei besteira demais,
que nem soube como pedir desculpas depois.
Achei que sabia da verdade, de toda ela,
e sozinha descobri que só tinha a mentira comigo.
Julguei pessoas de forma errada e recebi a
mesma e severa punição.
Critiquei e fui criticada, por erros que nem eram 'nossos'.
Falei quando devia ouvir e ouvi quando devia falar.
Deixei de abraçar e dizer que amava AQUELE que tanto mereceu.
Mordi minha própria mão, pra segurar o choro e não gritar a dor.
Perdoei coisas que não deveriam ter sido perdoadas.
Não perdoei o que deveria ter sido perdoado.
Pensei ter amigos, que no final, mostraram ser meus inimigos.
Pensei ter conhecidos, que no final, mostraram ser meus amigos.
Menti e chorei por reconhecer o erro.
Ouvi mentiras e chorei por tanta crueldade.
Sorri quando queria chorar. Chorei quando sorrir não era bastante.
Errei e acertei.




*Isso é só o começo!
Perdoem o texto antigo...

Quero jogar The Sims 2 ;x hahaha


*Pois tudo o que ofereço é meu calor, meu endereço...

4 comentários:

Tiago Veloso disse...

Isso dói. Tanto quanto a dor satírica do Álvares em "Se eu morresse amanhã". No entanto, ainda assim, é tão belo! Belo como Goethe nas cartas do pobre Werther!
Essa mescla de sentimentos... sou capaz de sintetizar uma vida apenas se atendo a esses verbos - abri, deixei, errei, achei, julguei, critiquei, falei, mordi, perdoei, pensei, menti, ouvi, sorri.
Cada um de nós com seu estilo literário, com sua maneira de escrever, de se expressar; cada um com seu brilho - briho próprio, mas jamais suficiente só pra si, brilho que expande, que encanta.
Brilho, é isso.

Igor disse...

olha só...
está escrevendo maravilhosamente bem...
agora me deixou até mais feliz...
por estar virando uma escritora de mão cheia...
continue assim...
re-li mais de 10 vezes seu blog...
está parecendo...
como eu vi isso em um comentario por ai...
q vc está se confundindo com uma escritora parabénss!!
vc sabe q merece ser elogiada não por mim...
mas por muito mais pessoas q gostam de ler!!

nikolas disse...
Este comentário foi removido pelo autor.
nikolas disse...

ééé...
já dizia Fernando Pessoa;
"Mas, afinal,
Só as criaturas que nunca escreveram
Cartas de amor
É que são
Ridículas."
Espero que esteja tudo bem ai.. e que seus sentimentos estejam no lugar, e que você esteja forte ;D
báh... a gente mal conversa no msn.. vc fala tão pouquinho, mas eu tô aqui, lendo o que vc sente, nesse seu espacinho ;D
e... eu tô aqui pra vc.. =) como no meu desenho!

*eu tenho The Sims 2, quer jogar comigo? :DD