quinta-feira, 28 de agosto de 2008

E quando a hora chegar, volta!

O meu mundo...
Por que não falar dele?

Eu vivo de forma diferente da maioria das pessoas, apesar de ter muitos interesses em comum com elas. Eu tenho conceitos e valores que podem parecer estranhos para muitos e eu já cansei de ser julgada por isso, mas não há nada que eu possa fazer. Eu não tenho religião e eu sequer acredito em um deus. Eu acredito nos sentimentos, na força do pensamento e em tudo de bom que podemos fazer uns pelos outros. Sei que várias pessoas desejam e praticam o mal umas as outras, mas eu não sou assim. Eu não consigo passar um dia sem sorrir, mas nem um dia sem chorar. Eu vejo e entendo o jogo, mas não quero participar dele. Eu sempre fui sozinha e poucas vezes gosto de estar assim. Gosto muito das pessoas com conteúdo, porque grande parte das que eu conheço me cansam. Eu sou fiel a quem é fiel a mim. Eu tenho como defeito e qualidade a sinceridade. Eu não bebo refrigerante há 3 anos quase. Eu não gosto muito de sol. Eu detesto calor. Eu gosto muito de frio, cobertores, chocolates, flores, estrelas e lua, filmes e séries, livros e conversa inteligente. Eu não suporto futebol. Eu sou impaciente e até intolerante. Eu acordo às 6 da manhã de segunda a sábado, mas detesto acordar cedo. Eu durmo tarde, mas detesto dormir pouco. Eu danço sem música e estou cantando quase sempre. Falo bastante e às vezes fico muito calada. Eu penso mais do que deveria pensar e eu sinto mais do que deveria sentir. Eu sou exagerada constantemente. Eu sou muito ciumenta e gosto de cuidar e proteger todas as pessoas que eu amo. Eu tenho tendinite no ombro e cotovelo direito, além da crônica no tornozelo direito. Tenho rinite e sinusite alérgica. Tenho todos os tipos de alergia respiratória. Tenho a saúde relativamente frágil e minha temperatura corporal normalmente é de 36,9°. Eu amo aprender e odeio estudar. Eu sou sonhadora e romântica de carteirinha. Eu amo contos de fadas e toda aquela perfeição que nunca vou ter. Eu tenho paixão por lugares e países novos. Meu maior sonho é viajar o mundo todo. Eu tenho muito medo de escuro. Eu sou vegetariana há quase 1 mês e ando preocupada com as minhas proteínas. Eu me alimento muito mal e tenho um paladar tão apurado que chega a ser detestável. Eu tenho 4,75° de miopia no olho direito e 3,75° no olho esquerdo, além de alguns mais de astigmatismo em ambos os olhos. Uma parede do meu quarto é rosa e eu tenho borboletas de origami pendendo do teto. Eu desenho desde os 4 anos de idade, mesma idade com que comecei a estudar. Eu amo escrever, mas detesto revisar e procurar erros. Eu gosto de escrever o que vem na minha cabeça, o que eu sinto, o que eu observo e o que eu imagino. Eu sou extremamente observadora e detalhista. Eu sou sistemática e perfeccionista. Eu odeio tomar remédios. Eu amo beber água gelada. Eu amo o mar e as ondas. Eu sempre quis ser bailarina, cantora, escritora e pianista. Eu sempre quis salvar vidas. Eu leio sobre doenças e tratamentos quando não tenho muito o que fazer. Eu amo o cubinho colorido e palavras-cruzadas. Eu tenho exemplos, mestres e ídolos, mas não quero ser igual a nenhum deles. Eu odeio sentir saudades e sofro desse mal constantemente. Eu tenho características depressivas. Eu me estresso com facilidade. Eu só trato bem quem me trata bem. Eu sou muito sensível e sentimental. Eu calço 34 e tenho 1,64m de altura. Eu quero perder uns 3kg, porque gordura me assusta muito. Eu adoro fotografar e ser fotografada. Minha cor favorita é o rosa. Eu prefiro a prata ao ouro. Eu amo a minha infância com tudo que posso. Eu tive namorados ruins e falsos, eu tive amigos e amigas ruins e falsos e tenho muito medo de me machucar de novo. Eu quero cursar direito ano que vem. Eu amo Clarice Lispector, JK Rowling e Shakespeare. Eu amo cinema e teatro.
E se você me vir por aí, eu vou estar de jeans, pulseiras no braço esquerdo, cabelos soltos e olhando sempre pra frente. Não mais que isso, não menos que isso.

Me dêem a calma, que eu te dou a paz. Me dêem a verdade, que eu te dou meu coração. Me dêem a sinceridade, que eu serei leal. Me dêem o respeito, que eu respeitarei. Me dêem o amor e eu darei a perfeição.


(eu sei quando usar a ênclise, mas eu gosto da próclise! :/ )

4 comentários:

Thiago disse...

li e concordo com quase tudo
ahehae
;d

maneiro.
tenho preguiça de escrever sobre mim msm.
ate pq eh impossivel me descrever com palavras (H)
haehe

zuei
bjonathy

Tiago Veloso disse...

Faltou dizer que agora tem um namorado bom, verdadeiro e lindo e maravilhoso e tudo de bom e... tende ao infinito! ;]

Te amo, meu amor!

beijosmeligasenaoestivercomtendinite!
;D

Igor disse...

olha só...
simplesmente brilhante!!!
tinha coisas q eu nem sabia sobre vc...
vc se descreveu de cabo a rabo...
uahhauhuahuah
a unica coisa q vc esqueceu de escrever é q vc simplemente a melhor pessoa do mundo!!!

cada dia q passa vc consegue escrever bem melhor...

vc está d parabénsss..
bjaummm

Pintinho disse...

Que lindo amiga! Reconheci algumas coisas hahahah
Sou sua fã
Saudades